Última hora
This content is not available in your region

Um passo à frente na Igreja Protestante americana

Um passo à frente na Igreja Protestante americana
Tamanho do texto Aa Aa

A diocese de Los Angeles, na Califórnia, ordenou uma mulher, assumidamente homossexual, como bispo.

É a primeira vez, na história da Igreja Protestante norte-americana, que esta questão é encarada abertamente. Mas a situação pode aumentar as tensões entre liberais e conservadores dentro da comunidade protestante.

Um americano afirma que a Igreja Episcopal está a tomar a posição correcta. E acredita que isso vai ajudar a população e o mundo a perceber que todos têm o direito a ser aquilo que quiserem da forma como Deus os criou.

Um outro diz que a homossexualidade é um pecado. Não a pessoa, mas a homossexualidade em si. Diz que Deus ama as pessoas mas não quer que elas pequem.

As opiniões dividem-se, no seio da comunidade protestante norte-americana, o que não impede, Mary Douglas Glasspool, de cumprir o seu dever enquanto bispo auxiliar na diocese da Costa Oeste dos Estados Unidos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.