Última hora

Última hora

Greve da British Airways no aeroporto de Heathrow

Em leitura:

Greve da British Airways no aeroporto de Heathrow

Greve da British Airways no aeroporto de Heathrow
Tamanho do texto Aa Aa

Os aviões da British Airways ficaram em terra, esta segunda-feira. As negociações entre o sindicato e a direcção da transportadora aérea britânica, que se prolongaram durante a noite, terminaram sem acordo.
 
A direcção tenta assegurar pelo menos metade dos voos de médio curso e 60 por cento dos de longo curso.
 
A greve hoje iniciada, no aeroporto de Heathrow, vai prolongar-se por três períodos de cinco dias, com um dia de intervalo pelo meio.
 
Para desconvocar a greve, o sindicato Unite exigia a reposição das viagens a preços reduzidos para o pessoal de cabine, um benefício retirado em Março.
 
Numa maratona negocial onde não faltaram críticas e ataques de ambas as partes, a administração da British Airways acusa o sindicato de má vontade negocial. A companhia, que estava disposta a repor as viagens a preços reduzidos, quando a reforma em curso estivesse concluída, lamenta que o sindicato não tenha querido negociar.