Última hora

Última hora

Mancha revive "Espírito de Dunquerke"

Em leitura:

Mancha revive "Espírito de Dunquerke"

Mancha revive "Espírito de Dunquerke"
Tamanho do texto Aa Aa

Há setenta anos, 340 mil soldados aliados foram salvos de Dunkerque por centenas de embarcações vindas do outro lado da Mancha. Estavam cercados pela artilharia alemã e a única escapatória era o mar.

Para assinalar esse momento histórico, centenas de pequenos barcos de todas as categorias fizeram, esta quinta-feira, o mesmo trajecto entre o porto de Ramsgate, em Inglaterra, e o de Dunkerke, no norte de França.

Um veterano da guerra, que viveu esses momentos lembra:
“Foi apenas quando estávamos muito próximos, a meio caminho, que nos demos conta que os alemães estavam a bombardear e então percebemos que era algo muito poderoso. Temi pela minha vida e dizia-me, o que estou eu a fazer aqui? De qualquer forma, avancei”.

A operação denominada Dínamo decorreu entre 27 de Maio e 3 de Junho de 1940 e, apesar da perda de muitas vidas, foi considerada um sucesso.

O socorro aos soldados encurralados foi prestado por navios civis e militares, pequenos barcos de pesca e de recreio, num movimento de solidariedade que ficou na história como o “Espírito de Dunquerke”.