Última hora
This content is not available in your region

Hungria vai cortar nas despesas

Hungria vai cortar nas despesas
Tamanho do texto Aa Aa

A Hungria vai ter que reduzir as despesas em 1% ou 1,5% do PIB para entrar nos limites fixados pelo FMI e pela União Europeia, segundo o ministro das Finanças.

A Hungria pode ser o próximo centro das aternções na União Europeia, depois de na semana passada as obrigações do país terem sido alvo de uma venda em massa. O país está agora a tentar restaurar a credibilidade nos mercados mundiais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.