Última hora
This content is not available in your region

Justiça europeia confirma limites para as tarifas do "roaming"

Justiça europeia confirma limites para as tarifas do "roaming"
Tamanho do texto Aa Aa

Uma factura de telemóvel reduzida durante a deslocação ao estrangeiro… o objectivo da Comissão Europeia foi reiterado pela justiça.

O Tribunal Europeu de Justiça considera que o executivo comunitário tem poderes para limitar os preços de “roaming” dos operadores telefónicos europeus. Jonathan Tood, porta-voz da comissão, congratulou-se e evoca um dos argumentos proferidos na sentença: “A decisão é justificável face aos interesses do mercado único europeu”.

Segundo o regulamento comunitário, a partir de Julho, o preço máximo de um SMS enviado do estrangeiro é de 11 cêntimos. Para as chamadas emitidas o valor máximo por minuto é de 39 cêntimos e de 15 cêntimos para as recebidas. Preços que deverão baixar ainda mais no próximo ano.

A medida era contestada por quatro dos maiores operadores europeus. Vodafone, Telefonica, T-Mobile e Orange evocavam o “princípio de subsidiariedade”, segundo o qual certas decisões são da única competência dos Estados. Mas a justiça decidiu que era necessário agir a nível europeu para proteger os consumidores, permitindo reduzir a factura em cerca de 24 por cento.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.