Última hora

Última hora

Centenas de detenções durante cimeira do G20

Em leitura:

Centenas de detenções durante cimeira do G20

Centenas de detenções durante cimeira do G20
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 600 pessoas foram presas, durante os dois dias de confrontos com a polícia, em Toronto.

Mesmo depois do final da cimeira do G20, muitos dos manifestantes continuavam a confrontar-se com a polícia, na baixa da cidade.

Pelo segundo dia consecutivo, a polícia utilizou gás lacrimogéneo e balas de borracha contra a multidão.

Várias montras foram destruídas e alguns carros da polícia foram incendiados e destruídos.

Para impedir que os manifestantes se aproximassem do local onde decorriam os trabalhos da cimeira, o centro da cidade foi praticamente isolado.

Cordões de agentes da polícia de intervenção iam surgindo nas artérias para limitar a movimentação das multidões.

As detenções foram-se sucedendo. Só no domingo, mais de 200 pessoas foram para a prisão. Vários manifestantes foram já incriminados.

Depois de dois dias de intensas confrontações, as ruas de Toronto são um autêntico cenário de guerra. A destruição e os estragos são elevados.