Última hora
This content is not available in your region

Desemprego norte-americano desce para mínimos de Julho de 2009

Desemprego norte-americano desce para mínimos de Julho de 2009
Tamanho do texto Aa Aa

A economia americana registou 125 mil empregos a menos, no mês de Junho. Menos recrutamentos no privado e o fim de milhares de contratos públicos, relacionados com o recenseamento decanual, provocaram a a primeira destruição de empregos, não agrícolas, nos Estados Unidos, desde o início do ano.

Apesar destes empregos a menos, a taxa de desemprego caiu, em Junho, para 9,5 por cento. O nível mais baixo desde Julho de 2009.

Os números foram publicados pelo Departamento do Trabalho, que explica esta redução com os “trabalhadores desencorajados”. Pessoas que, apesar de desempregadas, não procuraram trabalho no último mês, por não terem qualquer perspectiva de emprego.

De facto, quase metade dos desempregados está nessa situação há mais de seis meses: são quase sete milhões de pessoas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.