Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Decisão de Cuba surpreendeu Fariñas

Decisão de Cuba surpreendeu Fariñas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Guillermo Fariñas terminou a greve de fome e já falou à Radio Nacional de Espanha.

O opositor cubano afirmou, a sua própria surpresa, pela decisão do governo de libertar 52 presos de consciência.

Foi na cama do hospital que escreveu uma carta, anunciando o fim de um protesto que começou a 23 de Fevereiro, quando foi conhecida a morte de Orlando Zapata, que estava preso e em greve de fome.

A decisão do Governo de Cuba foi tomada, na sequência de conversações com a hierarquia da Igreja Católica.

Fundamental foi também a acção diplomática do ministro espanhol dos Negócios Estrangeiros.

Miguel Angel Moratinos esteve em Havana e intercedeu a favor dos presos de consciência.

Raul de Castro deu-lhe a garantia de que, nos próximos meses, libertaria 52 detidos.