Última hora
This content is not available in your region

Japoneses elegem novos senadores

Japoneses elegem novos senadores
Tamanho do texto Aa Aa

As eleições senatoriais deste domingo no Japão são o primeiro grande teste para o Partido Democrático no poder há um ano para o primeiro-ministro que tomou posse há um mês.

O chefe do governo, Naoto Kan perdeu desde a sua nomeação 20% de quota de popularidade desde que invocou a necessidade de subir o IVA e arrisca-se a ver essa queda reflectida nas urnas.

Este analista explica: “O Japão tal como muitos países enfrenta problemas económicos. Gasta demasiado e não recebe impostos suficientes. O partido do poder veio para esta campanha com a promessa pouco comum de aumentar o IVA, o que claro, não é popular. Mas há um reconhecimento por parte de todos os partidos de que alguma coisa tem que ser feita”.

A segunda maior economia do mundo está a braços com uma dívida pública colossal e a maioria no senado é importante para que o governo consiga levar por diante as reformas económicas que o país precisa, mas não é garantido que os democratas consigam essa maioria.

O Partido Democrático do Japão governa há um ano depois de ter acaabado com cinco décadas de supremacia liberal, mas o país não consegue estabilidade governativa. Em quatro anos já conheceu cinco primeiros-ministros.