Última hora
This content is not available in your region

Fuga de petróleo estancada há um dia

Fuga de petróleo estancada há um dia
Tamanho do texto Aa Aa

Já passaram as primeiras 24 horas sobre o fecho do poço do petróleo do Golfe do México e a BP garante que o vedante se mantém eficaz.

Mas será necessário esperar mais um dia, para saber se o dispositivo resiste à pressão interior do poço.

Por essa razão, Barack Obama pede a todos que mantenha a “cabeça fria”:

“Nós não ficamos satisfeitos, enquanto não tivermos a certeza de que parámos o poço e que temos lá uma solução definitiva. Estamos a caminhar nessa direcção mas eu não quero ir muito mais longe”

Prudência de Barack Obama, à espera dos resultados dos dois primeiros dias, considerados fundamentais.

Estamos ainda a meio de um teste crucial, para estancar um fuga que vertia o equivalente a 60 a 80 mil barris de petróleo, por dia, desde 20 de Abril.

A esperança voltou às populações costeiras:

“Eu estou realmente contente por terem fechado o furo. Espero que o tampão aguente a pressão. Estamos prontos para começar a pesca de novo”.

Um comerciante também manifesta a esperança, de ver o pesadelo ao longe:

“Estamos prontos para voltar a trabalhar e para avaliar os danos, quantos clientes perdemos. Estamos prontos para voltarmos à actividade, para ir em frente”.

As equipas técnicas esperam que esta solução de emergência se mostre duradoura, para permitir a passagem a uma segunda fase – a que pretende resolver o assunto de uma vez por todas.

Os prejuízos são enormes. A reabilitação da fauna e da flora marítimas vai levar anos, sem conseguir repôr os quadros ambientais existentes, à data da explosão.

E para compensar as populações, a BP vai vender activos, de acordo com o Financial Times.