Última hora

Última hora

Exercícios militares americanos despertam a ira de Pyongyang

Em leitura:

Exercícios militares americanos despertam a ira de Pyongyang

Exercícios militares americanos despertam a ira de Pyongyang
Tamanho do texto Aa Aa

O regime da Coreia do Norte começa a perder a paciência com os exercícios militares conjuntos que estão a ser feitos pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul.

Os dois países estão a levar a cabo exercícios em larga escala, que envolvem o porta-aviões George Washington e outros 20 navios, 200 aviões e 8000 homens.

O objectivo das manobras é criar um efeito de dissuasão junto da Coreia do Norte, depois do ataque a uma corveta sul-coreana, em Março, que fez 46 mortos.

Os exercícios estão a decorrer em águas sul-coreanas, no Mar do Japão.

Pyongyang continua a desmentir que seja responsável pelo ataque à corveta. Quanto a estes últimos exercícios, o regime da Coreia do Norte ameaça recorrer à força, ou mesmo a um ataque nuclear, para impedir a continuação do que acha ser um perigo para a segurança do país.

Washington e Seoul consideram estas ameaças como apenas um bluff.