Última hora

Última hora

Londres acaba com aposentação compulsiva

Em leitura:

Londres acaba com aposentação compulsiva

Londres acaba com aposentação compulsiva
Tamanho do texto Aa Aa

O governo britânico vai acabar com a aposentação obrigatória aos 65 anos em 2011. Actualmente, um trabalhador quando atinge a idade limite pode ser despedido sem indemnização se o patrão não desejar a sua continuidade. MUitos aplaudem esta medida, é o caso de Mervin Kohler, porta-voz de um grupo que defende os interesses dos mais idosos.

“Existem muitas pessoas que pretendem continuar a trabalhar e que viram as suas aspirações bloqueadas por causa desta Idade Obrigatória de Aposentação.”

O executivo de David Cameron está confrontado com um défice público exorbitante e esta medida vai ajudar a encher os cofres do Estado. Mas o patronato não está satisfeito.

“A nossa teoria é que os séniores desejam continuar a trabalhar porque se calhar não pouparam o suficiente para a reforma e por isso sentem que não têm outra opção. O empregador é então colocado perante uma situação difícil: ou começa a fazer uma gestão do desempenho desse trabalhador, o que não é agradável, ou deixa-o prosseguir apesar de já não cumprir bem a sua função.”

A medida faz parte do pacote de reformas do sistema de aposentações. O governo conservador/liberal pretende colocar a idade da reforma nos 66 anos. Actualmente a pensão mínima na Grã bretanha ronda os 460 euros mensais.