Última hora
This content is not available in your region

Inundações no Paquistão matam pelo menos 300 pessoas

Inundações no Paquistão matam pelo menos 300 pessoas
Tamanho do texto Aa Aa

O mau tempo continua a não dar tréguas no Paquistão e até ao momento as inundações já mataram pelo menos 300 pessoas. Por onde passa, a força da natureza varre quase tudo. Casas, hotéis, escolas e pontes, nada escapou à violência das águas. As chuvas causaram cortes de energia e deixaram fora de serviço a estrada que une o Paquistão ao Afeganistão.

Uma das regiões mais afectadas pela torrente é o vale de Swat, no noroeste do país. Aqui o rio galgou as margens e deixou várias pessoas desalojadas, entre um elevado número de mortos. Outras regiões próximas estão igualmente submersas.

A população queixa-se da falta de apoio das autoridades locais, mas esta não é a primeira vez que o Paquistão sofre com as cheias. Em 2007, as chuvas torrenciais fizeram mais de 200 mortos e afectaram cerca de um milhão e meio de pessoas.

Os níveis de precipitação agora registados foram os mais elevados dos últimos 35 anos. Dezenas de pessoas continuam desaparecidas o que pode agravar o número de vítimas mortais.