Última hora
This content is not available in your region

Convenção contra bombas de fragmentação entra em vigor

Convenção contra bombas de fragmentação entra em vigor
Tamanho do texto Aa Aa

Entrou em vigor este domingo a Convenção internacional que proíbe a produção, o uso, armazenamento e transporte de bombas de fragmentação.

Os dispositivos contêm uma estrutura que, ao abrir-se, liberta um grande número de pequenas bombas, que permanecem nos locais atingidos durante vários anos.

Podem explodir a qualquer momento, num raio de 15 metros.

O Papa Bento XVI saúda o acordo e apela à ratificação da Convenção por todos os Estados, já que até agora apenas 37 o fizeram.

A satisfação é incompleta já que países como os Estados Unidos, Rússia e China ainda não ratificaram o documento.

De acordo com a Coligação contra as Bombas de Fragmentação, desde 1965 estes dispositivos feriram e causaram a morte a mais de cem mil pessoas, um terço crianças.

Agora chegou a hora de por um ponto final. Há milhares de bombas a desmantelar em todo o mundo.