Última hora

Última hora

Naomi Campbell testemunha no julgamento de Charles Taylor

Em leitura:

Naomi Campbell testemunha no julgamento de Charles Taylor

Naomi Campbell testemunha no julgamento de Charles Taylor
Tamanho do texto Aa Aa

Naomi Campbell testemunhou esta manhã perante os juizes do Tribunal Especial para a Serra Leoa.

O testemunho da ex-top-model decorre no âmbito do processo contra o antigo presidente da Libéria, Charles Taylor, acusado de crimes de guerra.

Campbell confirmou perante o colectivo de juizes ter recebido diamantes brutos da mão de dois desconhecidos depois de um jantar onde também esteve presente o ex-líder da Libéria, episódio que contou às pessoas que a acompanhavam:

Juiz: “Diga-nos, então, ao pequeno almoço, quando estava com a Mia Farrow e a Carol White, o que é que lhes disse exactamente?

Naomi Campbell: “Disse-lhes exactamente o que aconteceu. A meio da noite bateram à minha porta, eu fui abrir e deram-me uma bolsa e disse-lhe a elas o que já lhe disse a si e uma delas – não sei qual – respondeu-me: é óbvio que foi o Charles Taylor”.

O episódio passou-se em 1997, por ocasião de um jantar oferecido por Nelson Mandela a diversas personalidades envolvidas na defesa dos Direitos Humanos.

Charles Taylor está a ser julgado pelo tribunal de Haia por crimes cometidos na chamada “guerra dos diamantes” que mergulhou num conflito sangrento a Libéria e a Serra Leoa e durante o qual morreram mais de 250 mil pessoas.

Está acusado de 11 crimes, entre os quais assassínio, violação, mutilação, escravatura sexual e utilização crianças como soldados.

Taylor negou em tribunal qualquer contacto com diamantes. O testemunho de Naomi Campbell poderá servir para provar o contrário.