Última hora

Última hora

ONU pede 350 milhões de euros para o Paquistão

Em leitura:

ONU pede 350 milhões de euros para o Paquistão

ONU pede 350 milhões de euros para o Paquistão
Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade internacional mobiliza-se para assistir as vítimas das inundações no Paquistão, temendo a influência crescente de grupos extremistas.

As Nações Unidas lançaram um apelo a 350 milhões de euros em ajudas de emergência para combater os efeitos das cheias, que se estendem por mais de 15 por cento do território paquistanês.

As doações destinam-se nomeadamente a fornecer abrigos aos dois milhões de desalojados e alimentos a seis milhões de paquistaneses que, segundo a ONU, correm perigo de vida.

O responsável pelos Assuntos Humanitários das Nações Unidas, John Holmes, sublinhou que “se as actividades de assistência não forem rapidamente aumentadas, haverá um maior sofrimento e perda de vidas”.

O Ocidente – sobretudo os Estados Unidos – temem que as ONGs islâmicas que prestam assistência no terreno estejam a aproveitar a situação para fortalecer posições extremistas.

Washington enviou um porta-helicópteros para a região para triplicar a capacidade de assistência às vítimas e é, de momento, o principal contribuidor em termos de ajudas financeiras.