Última hora
This content is not available in your region

UE oferece 70 milhões de euros de ajuda ao Paquistão

UE oferece 70 milhões de euros de ajuda ao Paquistão
Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade internacional cerra fileiras para ajudar os 20 milhões de paquistaneses afectados pelas inundações. A União Europeia aumentou a contribuição para 70 milhões de euros.

Até agora, a comida e a água potável só chegaram a cerca de 700 mil pessoas. Seis milhões precisam de ajuda urgente e continua a temer-se uma segunda vaga de mortes devido a epidemias.

A Organização Internacional para as Migrações, reunida esta quarta-feira em Islamabad, alerta que o número de pessoas que precisa de comida e de abrigo está a crescer.

“A situação excede a capacidade de resposta imediata tanto dos governos como das agências de ajuda internacional. Por isso, vamos continuar a ver fotografias de pessoas em situações de desespero ainda durante os próximos tempos”, declarou o porta-voz da organização.Chris Lom.

As fotografias de famílias despojadas sucedem-se no terreno. Milhões dormem em tendas improvisadas nas bermas das estradas. Face a este cenário, a União Europeia elevou o montante de ajuda para 70 milhões de euros.

Esta quarta-feira, a comissária para a ajuda humanitária, Kristalina Georgieva, anunciou que depois dos 30 milhões de euros decididos numa primeira fase e dos 10 milhões suplementares prometidos a 11 de Agosto, a Comissão Europeia compromete-se a contribuir com mais 30 milhões.

Por sua vez, as Nações Unidas anunciaram já ter reunido mais de 200 milhões de dólares. Na semana passada, a ONU fez um apelo de 460 milhões de dólares para prestar ajuda de emergência aos seis milhões de sinistrados mais vulneráveis.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.