Última hora

Um milhão de trabalhadores sul-africanos em greve

Um milhão de trabalhadores sul-africanos em greve
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de um milhão de trabalhadores sul-africanos saíram à rua em Joanesburgo para exigir aumentos salariais.

Segundo os sindicatos, a taxa de participação no protesto é de 90%.

O líder do sindicato nacional de metalurgia resume as exigências dos operários.

Queremos um aumento de 15% e que os trabalhadores sejam pagos a tempo e horas. A indústria deve combater o trabalho ilegal e promover trabalhos decentes.

A indústria automóvel que representa mais de 700 mil trabalhadores ameaça com uma greve prolongada.

Para o patronato, as exigências dos trabalhadores são exageradas já que a indústria automóvel sul-africana enfrenta a competição global.

As empresas do sector automóvel dizem que a greve vai causar perdas de rendimentos mas os trabalhadores afirmam que vão continuar até que as reivindicações salariais sejam satisfeitas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.