Última hora
This content is not available in your region

Autoridades russas matam Magomedali Vagabov

Autoridades russas matam Magomedali Vagabov
Tamanho do texto Aa Aa

As forças de segurança russas abateram o número dois da guerrilha islâmica do Cáucaso.

O cérebro por detrás dos atentados de Março, no metro de Moscovo, que vitimou 40 pessoas, foi abatido com outros três guerrilheiros na república russa do Daguestão.

Segundo o Comité Nacional Antiterrorista os rebeldes ofereceram resistência e abriram fogo contra as forças da ordem. As autoridades responderam.

“quatro militantes foram mortos, entre eles o chamado “Emir da Frente do Daguestão”, Magomedali Vagabov. Este homem cometeu uma série de crimes, entre eles a preparação do atentado ao metro de Moscovo, a tentativa de assassinato de um polícia e outros agentes das forças de segurança”, explica Vyacheslav Shanshin, responsável pelo Serviço Federal de Segurança.

A operação, do Serviço Federal de Segurança, surge como resposta às críticas sobre a sua ineficácia na luta contra a guerrilha.

A violência tem vindo a intensificar-se nas repúblicas russas do Cáucaso, os ataques e explosões são constantes, na sua maioria ligados a uma rebelião islâmica.