Última hora

Última hora

Autoridades russas matam Magomedali Vagabov

Em leitura:

Autoridades russas matam Magomedali Vagabov

Autoridades russas matam Magomedali Vagabov
Tamanho do texto Aa Aa

As forças de segurança russas abateram o número dois da guerrilha islâmica do Cáucaso.

O cérebro por detrás dos atentados de Março, no metro de Moscovo, que vitimou 40 pessoas, foi abatido com outros três guerrilheiros na república russa do Daguestão.

Segundo o Comité Nacional Antiterrorista os rebeldes ofereceram resistência e abriram fogo contra as forças da ordem. As autoridades responderam.

“quatro militantes foram mortos, entre eles o chamado “Emir da Frente do Daguestão”, Magomedali Vagabov. Este homem cometeu uma série de crimes, entre eles a preparação do atentado ao metro de Moscovo, a tentativa de assassinato de um polícia e outros agentes das forças de segurança”, explica Vyacheslav Shanshin, responsável pelo Serviço Federal de Segurança.

A operação, do Serviço Federal de Segurança, surge como resposta às críticas sobre a sua ineficácia na luta contra a guerrilha.

A violência tem vindo a intensificar-se nas repúblicas russas do Cáucaso, os ataques e explosões são constantes, na sua maioria ligados a uma rebelião islâmica.