Última hora

Austrália: Independentes são chave para formar governo

Austrália: Independentes são chave para formar governo
Tamanho do texto Aa Aa

O desfecho das eleições legislativas de sábado, na Austrália, está nas mãos dos candidatos independentes.

A primeira-ministra, Julia Gillard, e o líder da oposição, Tony Abbott, começaram hoje as conversas com três deputados independentes e um do Partido dos Verdes.

É a primeira vez em 70 anos que as eleições não resultam num governo de maioria.

“Eu e o vice-primeiro-ministro vamos encontrar-nos e iniciar conversações com os membros independentes do Parlamento e com os Verdes. Quero garantir a todos que estas conversas vão ser feitas com zelo, integridade e em boa-fé,” declarou Gillard, esta manhã.

Tony Abbott, o líder dos conservadores, também encetou conversas com os independentes, que já pertenceram ao seu partido. Uma projecção publicada hoje aponta para um empate final, com 73 deputados tanto para os conservadores como para os trabalhistas. Mas a contagem dos votos só deve estar concluída dentro de dez dias.

Na bolsa de Sidney, as acções mineiras subiram face à expectativa da chegada ao poder de Tonny Abbott que prometeu abandonar o projecto do imposto sobre as minas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.