Última hora

Última hora

Popularidade de Obama em baixa

Em leitura:

Popularidade de Obama em baixa

Popularidade de Obama em baixa
Tamanho do texto Aa Aa

A corrida às eleições intercalares de Novembro, nos Estados Unidos, já começou e os democratas podem sair penalizados com o declínio do apoio popular a Barack Obama.

Pela primeira vez, há mais americanos a reprovar do que a aprovar as políticas do presidente. De acordo com a última sondagem publicada, 52% da população chumba o trabalho de Obama contra 45% que tem opinião positiva.

O ex-candidato às presidenciais John McCain venceu, esta terça-feira, as primárias no Arizona e quer guardar o assento no Senado.

“Vai haver uma eleição importante. Ninguém deve duvidar disso. Ninguém está satisfeito com o que se passa actualmente no país: um desemprego galopante; um mercado imobiliário devastador que mostra poucos sinais de melhoria; uma lista de leis que ameaça a vossa prosperidade e a prosperidade de gerações futuras”, lançou McCain.

Ainda assim, Obama teve motivos para sorrir. Um estudo do Gabinete do Orçamento do Congresso revelou que a economia cresceu entre 1,7% e 4,5% no segundo trimestre deste ano. Mas o impacto social da crise é mais forte. Uma sondagem revela que 72% da população está muito preocupada com o desemprego e 67% com as despesas públicas.