Última hora
This content is not available in your region

Baixa afluência às urnas anula referendo constitucional na Moldávia

Baixa afluência às urnas anula referendo constitucional na Moldávia
Tamanho do texto Aa Aa

O referendo na Moldávia foi invalidado pelo Tribunal Constitucional. Nos termos da lei, a consulta pública só seria válida se tivesse uma afluência de pelo menos um terço dos eleitores, o que não aconteceu.

O referendo pretendia aprovar uma emenda constitucional que alteraria o sistema de eleição do Presidente da República. Passaria do actual sistema de colégio eleitoral, para o sufrágio universal directo. Com este resultado, fica tudo na mesma.

Este desfecho representa uma vitória para o Partido Comunista que, discretamente, vinha apelando à abstenção. Pelo contrário, é uma derrota da coligação liberal e conservadora que está no poder.