Última hora

Gianfranco Fini anuncia fim do partido que fundou com Silvio Berlusconi

Gianfranco Fini anuncia fim do partido que fundou com Silvio Berlusconi
Tamanho do texto Aa Aa

Gianfranco Fini anunciou o que é esperado por muitos e que parece ser o desfecho lógico para o partido que fundou com o primeiro-ministro Silvio Berlusconi, Povo da Liberdade.

Num comício da sua nova formação política Futuro e Liberdade para Itália, em Mirabello, o presidente da Câmara dos Deputados disse que “o PDL já não existe. O Povo da Liberdade ou o reconstruímos ou passa a pertencer a uma simpática e fascinante hipótese política que nunca se concretizou.”

Fini acusou o primeiro-ministro de “se vergar” perante o seu aliado da Liga do Norte, mas não pediu eleições antecipadas, propondo mesmo um pacto para que a legislatura chegue ao fim, em 2012.

O líder da bancada parlamentar do PDL reagiu ao discurso referindo que espera que o seu ex-aliado político “apoie de forma positiva cinco novos pontos do programa político que Silvio Berlusconi vai apresentar aos deputados e não se sirva deles para descredibilizar o Governo.”

Para a oposição, o papel desempenhado actualmente por Gianfranco Fini é muito pouco claro.

O líder do partido de esquerda Itália dos Valores, Antonio di Pietro, defende que Fini “quer ser líder da oposição, faz discursos como se fosse líder da oposição, e ao mesmo quer ficar no Governo.”

Depois de 16 anos de aliança política, Gianfranco Fini, abandonou em finais de Julho o Povo da Liberdade depois de ter sido pressionado por Silvio Berlusconi a demitir-se do cargo de presidente da Câmara dos Deputados.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.