Última hora

Pastor quer queimar Corão para assinalar o 11 de Setembro

Pastor quer queimar Corão para assinalar o 11 de Setembro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A poucos dias da data que assinala os atentados do 11 de Setembro de 2001, a NATO e o exército norte-americano mostram-se preocupados com a segurança das tropas estacionadas no Afeganistão.

Tudo porque para marcar a passagem de nove anos da tragédia, uma igreja baptista da Florida quer queimar em público o Corão, considerado o livro sagrado do islamismo.

O autor do perigoso projecto justifica-se: “Com este acto, penso que estamos a mostrar que actualmente o Islão é muito mais perigoso, muito mais violento, do que as pessoas gostariam de acreditar”, diz o pastor Terry Jones.

A iniciativa não passou despercebida no Afeganistão, onde o general David Petraeus se mostrou alarmado, numa altura em que 200 pessoas se manifestaram em Cabul contra tal projecto, entre gritos de “Morte à América”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.