Última hora
This content is not available in your region

Intenção de pastor evangélico gera onda de protestos

Intenção de pastor evangélico gera onda de protestos
Tamanho do texto Aa Aa

Os planos de um pastor norte-americano para queimar exemplares do Corão incendiou os ânimos no Afeganistão.

Os protestos multiplicaram-se um pouco por todo o país. No norte, pelo menos uma pessoa morreu e seis ficaram feridas durante confrontos entre manifestantes e as forças da ordem.

Muitos ameaçam boicotar as eleições parlamentares agendadas para 18 de Setembro.

Um afegão diz que “ninguém vai votar e que o escrutínio não se vai realizar até que a população seja ouvida pelos Estados Unidos.”

Os muçulmanos criticam a administração norte-americana por não ter proibido os planos do pastor
Terry Jones.

Uma intenção de novo condenada pelo
Presidente afegão. Segundo Hamid Karzai “o Corão está no coração e na cabeça de mais de um milhão e quatrocentos mil muçulmanos” e que “a afronta contra o livro sagrado representa uma humilhação para o povo.”

A ideia do pastor evangelista da Florida
foi criticada um pouco por todo o mundo. Depois de ter anunciado a intenção de queimar exemplares do Corão, este sábado, Terry Jones recuou pelo menos para já.

O pastor diz que planeia encontrar-se amanhã com o imã Feisal Abdul Rauf adiantando que, se isso acontecer, não queima o livro sagrado.

Rauf é o líder do projecto para a construção de um centro cultural islâmico próximo da zona de impacto do 11 de Setembro.

Uma obra que está a dividir os Estados Unidos.