Última hora
This content is not available in your region

Oposição turca defende-se de derrota em referendo

Oposição turca defende-se de derrota em referendo
Tamanho do texto Aa Aa

No rescaldo do referendo deste domingo para votar uma revisão constitucional, a oposição turca diz que o governo de Tayyip Erdogan deu um “grande passo” para o controlo do poder judicial.

Kemal Kilicdaroglu, líder do Partido Republicano do Povo (CHP), relativiza a vitória do sim: “42 por cento da população disse não à revisão constitucional, 23 por cento não participou. Não é uma taxa subestimada. O nosso partido teve um papel muito importante nestes 42 por cento de votos contra”.

Kilicdaroglu, que durante a campanha defendia o boicote do processo, acabou por ser um dos protagonistas do dia já que não pôde depositar o voto devido a uma confusão nos cadernos eleitorais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.