Última hora

Sarkozy terá de explicar expulsão de ciganos na cimeira europeia

Sarkozy terá de explicar expulsão de ciganos na cimeira europeia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As relações com os parceiros estratégicos e o reforço da governação económica estarão no centro da cimeira de chefes de Estado e de governo dos Vinte e Sete, esta quinta-feira, em Bruxelas. Mas o presidente francês, Nicolas Sarkozy, não poderá escapar também à polémica expulsão dos ciganos.

Num discurso preparatório, o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, defendeu a importância da unidade europeia: “A Europa faz parte de um Mundo em mudança permanente. Somos confrontados com desafios novos e exigentes: segurança global, ambiente, migração. A crise económica mostrou que dependemos de acontecimentos externos para preservar a qualidade de vida dos europeus. Estes desafios precisam de uma resposta efectiva e coordenada”.

Os Vinte e Sete terão também de analisar o revés sofrido na ONU. A União Europeia pedia o reforço do estatuto de observador, mas o voto foi adiado. Bruxelas relativiza. O certo é que os representantes permanentes da UE continuam sem direito de palavra na ONU e o discurso de Catherine Ashton vai continuar a ser uma excepção.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.