Última hora

Justiça búlgara vai investigar mortes nos centros infantis

Justiça búlgara vai investigar mortes nos centros infantis
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os centros para crianças com deficiências físicas e mentais na Bulgária estão na mira da justiça. De acordo com uma investigação conjunta da ONG Comité de Helsínquia e da procuradoria, nos últimos dez anos morreram mais de 200 crianças vítimas de malnutrição, esgotamento, falta de higiene ou actos de violência nestes centros.

O procurador-geral explicou que viu “coisas incompreensíveis” e mostra-se estupefacto porque “nos últimos dez anos morreram 236 crianças sem que na maior parte dos casos – provavelmente em 80 por cento dos casos – ninguém tenha informado a polícia ou a procuradoria para se abrir uma investigação.”

Este mês a justiça abriu cerca de 200 inquéritos por negligência criminal. De acordo com o relatório divulgado esta segunda-feira, três quartos das mortes poderiam ter sido evitadas. Durante a investigação preliminar, a ONG constatou mais de cem casos de malnutrição e dezenas de casos de imobilização forçada das crianças.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.