Última hora

Novos protestos agendados em França

Novos protestos agendados em França
Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois de um mar de gente ter protestado nas ruas de França contra o plano governamental de reforma do sistema de pensões, os sindicatos decidiram organizar duas novas manifestações para, dizem, “confortar a mobilização e permitir a adesão de mais pessoas”.

O secretário-geral da CGT francesa deixou um alerta. “A resposta do governo, que se posiciona contra toda a realidade, ou seja, a negação do que se passou ontem, vai voltar como um boomerang. Faço esse prognóstico”, referiu Bernard Thibault.

O primeiro-ministro François Fillon afasta a hipótese de qualquer cedência. Em protesto esta quinta-feira estiveram três milhões de pessoas, segundo os sindicatos ou um milhão, de acordo com o governo.

Os novos protestos estão marcados para os dias 2 e 12 de Outubro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.