Última hora
This content is not available in your region

Trabalhistas britânicos face ao dilema Miliband

Trabalhistas britânicos face ao dilema Miliband
Tamanho do texto Aa Aa

Os trabalhistas britânicos elegem este Sábado um novo líder, que poderá chamar-se Miliband. Falta, no entanto, saber qual dos dois irmãos e candidatos rivais vai encarnar a nova política do partido derrotado após três mandatos consecutivos.

David, antigo ministro dos negócios estrangeiros é o homem que encarna a continuidade da “terceira via” de Blair, mais ao centro e mais próximo da cúpula do partido.

Para o irmão mais velho dos Miliband, a competição é saudável: “os trabalhistas são também uma grande família e a família é mais importante que a política”.

Ed Miliband, conseguiu por seu lado arrebatar o favoritismo ao irmão nos últimos dias. Apoiado pelo eleitorado de base e pelos sindicatos, o antigo ministro da energia quer regressar às raízes ideológicas dos trabalhistas, junto das classes trabalhadoras.

“Para mim a prioridade é conseguirmos estar unidos como partido para podermos avançar como uma oposição credível. E é isso que farei, se for eleito e se não for, estarei pronto a colaborar com o próximo líder”.

Outros três candidatos apresentam-se também ao sufrágio que deverá determinar a estratégia dos trabalhistas na oposição.

Pelo menos uma militante já anunciou que não vai votar este sábado, a mãe dos Miliband, para quem o dilema ideológico do partido é antes de mais uma questão pessoal.