Última hora

Última hora

Greve de controladores do tráfego aéreo paralisa aeroportos belgas

Em leitura:

Greve de controladores do tráfego aéreo paralisa aeroportos belgas

Greve de controladores do tráfego aéreo paralisa aeroportos belgas
Tamanho do texto Aa Aa

Na Bélgica, uma greve de controladores do tráfego aéreo paralisa os aeroportos, desde o início desta tarde.

Os controladores da Belgocontrol, empresa responsável pela gestão do tráfego aéreo, iniciaram esta terça-feira uma jornada de protesto.

Ao que tudo indica a transferência recente de dois funcionários da cidade de Charleroi para Bruxelas terá sido a gota de água.

“Tanto quanto sei, têm-se verificado problemas dentro a empresa, a nível da gestão e da comunicação. Também há problemas financeiros, motivo pelo qual muitos funcionários estão apreensivos em relação ao futuro. Não temos uma solução rápida para o problema, nem mesmo com a greve de hoje”, explica Bernadette Guillemyn, uma sindicalista.

A greve começou ao meio-dia, hora portuguesa, e por agora os controladores não fizeram qualquer reivindicação formal à Belgocontrol.

De acordo com um porta-voz da empresa encarregue da segurança aérea, a greve deve ter uma duração inicial de 24 horas.

No aeroporto internacional de Bruxelas, todo o tráfego está suspenso, no segundo aeroporto do país, em Charleroi, no sul, há registo de atrasos e cancelamentos de voos.