Última hora
This content is not available in your region

Banco do Japão reduz juros para quase zero

Banco do Japão reduz juros para quase zero
Tamanho do texto Aa Aa

O Banco do Japão baixou as taxas de juro para um nível próximo do zero e anunciou esta terça-feira que vai injectar mais dinheiro na economia.

O banco central japonês coloca-se assim ao mesmo nível que a Reserva Federal norte-americana, no que toca às políticas monetárias como forma de estimular a economia. Isto depois de vários apelos do governo de Tóquio para que tomasse medidas.

“Mesmo se a nossa economia está a melhorar gradualmente, a desaceleração em economias estrangeiras e o efeito que têm nos câmbios e no clima de negócios enfraqueceram essa melhoria”, diz o governador do Banco do Japão, Masaaki Shirakawa.

A taxa de juro directora do Japão passou de um nível que era já muito baixo, 0,1%, para um que é quase nulo – um intervalo entre zero e 0,1%, que vai permitir aos bancos refinanciar-se, junto do Banco Central, quase a custo zero.

Explica o analista Daisuke Uno, do banco Sumitomo Mitsui: “De certa forma, o que o Banco do Japão fez hoje foi tudo o que poderia fazer e pouco mais pode fazer depois disto. Se for necessário baixar ainda mais as taxas de juro, as coisas podem piorar”.

Esta descida nos juros é a primeira desde 2008. Este nível vai ser mantido pelo menos até acabar a deflação. A descida dos preços é um problema que a economia do Japão ainda não conseguiu resolver.