Última hora
This content is not available in your region

Professores romenos exigem demissão do governo

Professores romenos exigem demissão do governo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Roménia foi agora a vez de os professores saírem à rua para exigirem a demissão do primeiro-ministro.

Cerca de sete mil professores manifestaram-se frente à sede do governo, em Bucareste. Protestam contra o corte de 25% nos salários, imposto pelo plano de austeridade.

Os sindicatos afirmam que o executivo de Emil Boc acabou de decretar a “morte da educação”

“Queremos a demissão do primeiro-ministro Boc e do seu governo. Queremos um novo governo e um novo ministro da educação”, reclama este professor.

“Estamos aqui porque a educação na Roménia está subfinanciada e os professores estão a ser humilhados. O número de crianças que não vai à escola está a aumentar”.

O mal estar é geral na sociedade romena. Para controlar o défice, o governo decidiu um corte de 25% nos salários da função pública.

Com esta medida, o salário médio de um professor não ultrapassa os 300 euros.