Última hora

Última hora

Analistas criticam introdução bolsista da Enel Green Power

Em leitura:

Analistas criticam introdução bolsista da Enel Green Power

Analistas criticam introdução bolsista da Enel Green Power
Tamanho do texto Aa Aa

Antes da colocação em bolsa da filial para as energias renováveis, o grupo energético italiano Enel está já a sofrer críticas por parte dos investidores.

Segundo os analistas, a compra destas acções só pode ser um bom investimento se os papéis forem postos à venda no limite inferior do intervalo de preço estipulado.

A introdução em bolsa de 11% do capital da Enel Green power deve dar ao gigante energético 3,4 mil milhões de euros, uma quantia que deve ajudar o grupo a reduzir as dívidas, bastante maiores que as de outras empresas do sector na Europa.

A Enel foi forçada a baixar o intervalo de preço que tinha inicialmente estipulado. As acções vão ser colocadas no mercado a um preço de entre 1,80 e 2,10 euros.

Os papéis começam a ser cotados simultaneamente nas bolsas de Milão e Madrid no dia 4 de Novembro.