A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

França: intensificação dos protestos

França: intensificação dos protestos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos contra a reforma do sistema de pensões levaram milhares de pessoas para as ruas na segunda-feira em França.

Em Nanterre, próximo de Paris, a polícia interveio para controlar os ânimos.

Situação idêntica vivida em Lyon onde a violência também marcou presença.

Esta terça-feira mais sindicatos juntam-se aos protestos que já duram há seis dias.

Uma acção que no entanto não tem tido eco nas esferas do governo.

Falando na presença da chanceler alemã, Nicolas Sarkozy reafirmou a firmeza das suas intenções.

“A reforma é essencial. A França está empenhada nisso e irá avançar tal como os nossos parceiros alemães o fizeram há uns anos”, afirmou.

Sindicatos e oposição intensificam esta terça-feira o braço de ferro com o governo. Nas estradas, os camionistas preparam operações.

Também estão previstas perturbações nos caminhos-de-ferro. Centenas de escolas e liceus permanecem encerrados.

A votação final do diploma das reformas está prevista para esta semana.