Última hora

Tufão Megi dirige-se para a China

Tufão Megi dirige-se para a China
Tamanho do texto Aa Aa

O tufão Megi, que matou esta segunda-feira pelo menos dez pessoas nas Filipinas, dirige-se agora para a China, onde pode provocar ainda mais destruição.

A tormenta, classificada pelas autoridades como um “supertufão” atingiu a categoria 5, o máximo na escala de Saffir-Simpson, que mede a intensidade das tempestades.

Com ventos de mais de 250 km/h, esta manhã o Megi dirigia-se para oeste, rumo ao mar da China oriental, mas a chuva violenta continua a cair em Luzon, a principal ilha filipina.

A intempérie provocou deslizamentos de terras, inundações, cortes de estradas e também afectou as plantações de arroz nas Filipinas. Mais de três milhões de pessoas ficaram sem abastecimento eléctrico.

A passagem do Megi pelas Filipinas obrigou a deslocar mais de três mil pessoas das zonas costeiras, que foram transferidas para abrigos improvisados.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.