Última hora

Última hora

Controverso serviço de "segurança" americano na Suécia

Em leitura:

Controverso serviço de "segurança" americano na Suécia

Controverso serviço de "segurança" americano na Suécia
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades suecas descobriram um programa americano de segurança, que recolhe dados biográficos e outras informações de cidadãos suecos.

Este banco de informação funciona na embaixada dos Estados Unidos em Estocolmo.

É idêntico aos dois outros descobertos na Noruega e na Dinamarca e começou a funcionar em 2000.

A ministra sueca da Justiça diz que agora quer saber se a lei está a ser violada:

“As autoridades americanas tiveram actividades em Estocolmo, do mesmo tipo do que aconteceu na Noruega. Agora estamos a recolher informação sobre aquela actividade, para saber se a lei sueca e o contacto normal com as nossas autoridades tem funcionado”.

O porta-voz da embaixada norte-americana em Oslo disse que a unidade de segurança daquela representação diplomática não se dirige contra o Povo da Noruega, nem contra o país.

À embaixada americana em Estocolmo prestou às autoridades suecas um esclarecimento idêntico.