Última hora
This content is not available in your region

Muçulmanos celebram "Festa do Sacrifício"

Muçulmanos celebram "Festa do Sacrifício"
Tamanho do texto Aa Aa

O mundo muçulmano prepara os animais para o habitual sacrifício, no dia que marca o início das celebrações do Aïd al-Adha, no Paquistão.

Depois do ritual ou “Festa do Sacrifício” a carne do animal é aproveitada e distribuída pelos familiares e pessoas pobres.

Em Jacarta, na Indonésia, país com a maior população muçulmana do mundo, os fieis reuniram-se na mosquita de Al Zhar para realizar orações especiais que marcam este momento. Na maioria dos países a ocasião é celebrada, amanhã.

Entretanto, milhões de pessoas dão continuidade à peregrinação a Meca, para cumprir a obrigação do Hajj, um dos cinco pilares do Islão.

Desde sábado que uma multidão vestida de branco converge para o Vale de Mina. A chegada dos peregrinos marca o início oficial do Hajj, no oitavo dia do mês lunar muçulmano, um dia marcada pela oração.

Um dos pontos altos das celebrações é a lapidação das estelas que representam Satanás. No primeiro dia, cada peregrino lança sete pedras na grande estela; no segundo e no terceiro, 21 na média e na pequena estela.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.