Última hora

Última hora

Oposição denuncia fraude nas eleições legislativas do Kosovo

Em leitura:

Oposição denuncia fraude nas eleições legislativas do Kosovo

Oposição denuncia fraude nas eleições legislativas do Kosovo
Tamanho do texto Aa Aa

O Kosovo continua a aguardar os resultados oficiais das eleições legislativas, depois da autoproclamação da vitória do primeiro-ministro cessante, Hashim Thaçi.

Os partidos da oposição rejeitaram os dados da primeira sondagem à boca das urnas e denunciaram alegadas irregularidades em dois municípios, a favor do Partido Democrático do Kosovo (KDP), no poder.

A notícia faz manchete na imprensa desta segunda-feira, mas até ao momento as suspeitas de fraude ainda não foram comprovadas.

“A votação que nós acompanhámos foi gerida de forma rápida e correcta. Por isso, se descobrirmos fraude nestes dois municípios, o que não é certo, penso que as eleições gerais foram as melhores que tivemos”, disse Doris Pack, uma observadora eleitoral, membro do Parlamento Europeu.

As primeiras eleições legislativas desde a proclamação unilateral da independência, são vistas como um teste à maturidade democrática do Kosovo.

A transparência do escrutínio torna-se fundamental para um país que se quer tornar membro da União Europeia, mas até agora os resultados não geram consenso.

De acordo com a organização “Gani Bobi”, a única que promoveu uma sondagem à boca das urnas, o Partido Democrático do Kosovo, liderado por Hashim Thaçi, terá conquistado 31 por cento dos votos.

A Liga Democrática do Kosovo (LDK) terá sido derrotada, ao conseguir apenas 25 por cento dos votos. O partido rejeita os resultados e afirma que Isa Mustafa, presidente da câmara de Pristina e principal adversário do primeiro-ministro cessante, segue na frente na contagem dos votos.