Última hora

Polónia acusa Rússia por queda de avião de Kaczynski

Polónia acusa Rússia por queda de avião de Kaczynski
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

“Os controladores russos do aeroporto de Smolensk induziram em erro os pilotos” do avião que se despenhou em abril de 2010 e vitimou o presidente polaco Lech Kaczynski.

Foi esta a conclusão apresentada, esta terça-feira, pela comissão polaca de investigação, em Varsóvia.

O relatório afirma que a alguns momentos da aterragem o avião polaco estava a “130 metros, tendo-se desviado cerca de 80 do eixo da pista.”

Segundo o porta-voz da comissão de inquérito, os controladores russos terão dito que a posição estava correta e não pediram aos pilotos que retificassem a rota.

Estas conclusões contrariam o relatório russo sobre o acidente, apresentado na semana passada. Segundo Moscovo as causas do acidente resumem-se à falta de experiência da tripulação e à pressão exercida por um oficial polaco alcoolizado, para aterrarem em condições adversas.

Jaroslaw Kaczynski, irmão do ex-presidente considerou este relatório russo como uma humilhação para a Polónia.

O acidente vitimou o presidente Lech Kaczynski e outras 95 pessoas, incluindo a mulher do chefe de estado polaco.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.