Última hora

Tunísia: Ministros afetos a central sindical demitem-se

Tunísia: Ministros afetos a central sindical demitem-se
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A maioria dos ministros afetos à oposição permitida por Ben Ali, pediram a demissão do governo de transição constituído na segunda-feira.

A demissão dos ministros foi solicitada pela central sindical UGTT e pelos próprios partidos.

A direção da UGTT decidiu “não reconhecer o novo governo”, encarregado de fazer a transição até às
eleições legislativas e presidenciais.

Em causa está a inclusão de várias figuras do regime de Ben Ali no executivo de Gannouchi, o que provocou uma nova vaga de protestos, levando a polícia tunisina a dispersar hoje, com violência, uma manifestação na avenida Habib Bourguiba, no centro de Tunis.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.