Última hora
This content is not available in your region

Argélia: marcha da mudança marcada por confrontos e detenções

Argélia: marcha da mudança marcada por confrontos e detenções
Tamanho do texto Aa Aa

Pedem uma mudança na Argélia. A marcha estava proibida, mas isso não impediu que cerca de 2000 pessoas se manifestassem em Argel, na capital.

Na praça 1° de maio, um forte dispositivo de segurança procurou conter os protestos. Os manifestantes tentaram romper o cordão policial, mas sem sucesso.

A marcha está a ser marcada por confrontos entre manifestantes e as forças da ordem. Várias pessoas foram detidas. Entre elas o decano da Liga de Defesa dos Direitos do Homem.

A manifestação foi convocada por vários partidos da oposição e organizações da sociedade civil.

A instabilidade na Argélia poderá refletir-se em Portugal já que o país é um dos nossos maiores fornecedores de gás natural.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.