Última hora
This content is not available in your region

Onda de revolta chega ao Irão

Onda de revolta chega ao Irão
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas desfilam esta segunda-feira em Teerão e outras cidades iranianas. A polícia está a tentar impedir que os manifestantes cheguem à Praça Azadi, no centro da capital. Segundo testemunhas, as autoridades estão a usar gás lacrimogéneo para dispersar os protestos.

Os líderes da oposição Mir Hossein Mussavi e Mehdi Karroubi tinham pedido autorização para organizar manifestações de apoio às revoltas na Tunísia e no Egito. Mas o pedido foi recusado pelo governo.

Esta é a primeira vez que os iranianos saem às ruas para contestar o regime desde as manifestações que se seguiram à re-eleição de Mahmoud Ahamdinejad, em Junho de 2009. A revolta tinha sido duramente reprimida.

O site da oposição Kalame anunciou que Mir Hossein Mussavi está impedido pela polícia de sair de casa e juntar-se aos protestos. O antigo presidente do parlamento Mehdi Karubi também está em casa e a ser vigiado pelas autoridades.