Última hora
This content is not available in your region

Sismo mata várias dezenas de pessoas na Nova Zelândia

Sismo mata várias dezenas de pessoas na Nova Zelândia
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 65 mortos e mais de 200 desaparecidos é o último balanço do sismo que atingiu a Nova Zelândia, por volta das 12 horas locais.

Foram já sentidas várias réplicas, a mais forte de 5.6 na escala de Richter.

Os edifícios que terão sofrido danos graves e acabam por ruir, há ainda estradas que abateram e de cortes de energia e de telecomunicações em diversas áreas.

O ministro da Defesa Jonh Carter, civil explica que ainda não sabem a dimensão da catástrofe mas que a ameaça é enorme, estão por isso a evacuar os locais mais perigosos e a polícia cria áreas de segurança que são depois vigiadas pelo exército.

O epicentro situou-se a dez quilómetros da cidade, a uma profundidade de cinco quilómetros.

Entre as vítimas mortais contam-se passageiros de dois autocarros apanhados pelo desabamento dos prédios.

O terramoto deixou também visível um fenómeno de remoinho no centro de Cristchurch, a segunda maior cidade do país, construida numa zona arenosa. O fenómeno deve-se a uma subida da água através da areia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.