Última hora

Recolher obrigatório na Costa do Marfim

Recolher obrigatório na Costa do Marfim
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Costa do Marfim, há combates um pouco por todo o território. O país mergulhou de novo na violência desde há uma semana.

O governo de Laurent Gbagbo decretou o recolher obrigatório durante o fim de semana, mas Gbagbo controla apenas metade do país desde 2002.

As milicias leais ao presidente eleito Alassane Ouattara terão consuistado esta sexta-feira a cidade de Zouan-Hounie, dominada até agora pelo poder de Gbagbo, a sul.

Abidjan tem sido palco diário de confrontos, mas a violência estendeu-se entretanto à capital política do país, a cidade de Yamoussoukro, no centro do território.

Nos últimos dias mais de 45 mil pessoas abandonaram tudo e refugiaram-se na vizinha Libéria.

A Costa do Marfim mergulhou numa crise sem fim à vista desde a eleição presidencial de 28 de Novembro. Nenhum dos dois candidatos assume a derrota.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.