Última hora
This content is not available in your region

Ajuda europeia para refugiados da Líbia chega à Tunísia

Ajuda europeia para refugiados da Líbia chega à Tunísia
Tamanho do texto Aa Aa

Um porta-helicópteros francês chegou ao porto de Zarzis na Tunísia com cinquenta toneladas de ajuda humanitária.

As Nações Unidas estimam que mais de cem mil pessoas tenham abandonado a Líbia nas últimas duas semanas para fugir aos combates.

A secretaria-geral adjunta da ONU para os assuntos humanitários, Valerie Amos, visitou um campo de refugiados na Tunísia, a dez quilómetros da fronteira líbia.

“Há muito para fazer nos próximos dias e semanas, especialmente se a situação continuar a piorar. Lançámos um apelo para um plano comum de ação humanitária no âmbito das oito agências que estão a responder à crise”.

A ONU prevê que quatrocentas mil pessoas deixem a Líbia no curto prazo. Seiscentas mil deverão permanecer no país e precisar de ajuda. Uma ação humanitária que deverá custar 114 milhões de euros nos próximos três meses.

A União Europeia desbloqueou dez milhões de euros. Mas além da questão financeira, a ONU mostra-se preocupada face à súbita diminuição, durante o fim de semana, do número de refugiados. Testemunhas acusam as forças líbias de impedir a saída das pessoas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.