Última hora

Manifestações violentas no sul da Síria

Manifestações violentas no sul da Síria
Tamanho do texto Aa Aa

A revolta do mundo árabe propaga-se à Síria.

Centenas de manifestantes deitaram fogo ao palácio de justiça da cidade de Deraa, no sul do país, no terceiro dia dos protestos contra o poder de Damasco.

As forças de segurança tinham voltado este domingo a usar balas reais e gás lacrimogéneo contra milhares de manifestantes.

Pelo menos cem pessoas terão ficado feridas.

Na sexta-feira, quatro pessoas foram mortas quando participavam numa manifestação pela libertação de 15 jovens autores de “grafittis” que apelavam à revolta.

Para acalmar os ânimos, o governo prometeu libertar os jovens, mas procedeu à detenção de dezenas de participantes no funeral de duas das vítimas.

Os manifestantes pedem o fim do estado de emergência, que dura há 48 anos, a libertação dos presos políticos e o fim da polícia secreta.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.