Última hora
This content is not available in your region

Explosão mata 110 pessoas no Iemen

Explosão mata 110 pessoas no Iemen
Tamanho do texto Aa Aa

Uma explosão numa fábrica de munições casou a morte a pelo menos 110 pessoas.

A causa da explosão terá sido um cigarro mal apagado.

As primeiras informações falavam de 76 mortos, mas os números cresceram bastante. Entre as vítimas, contam-se, pelo menos, 20 mulheres.

O acidente ocorreu em Aden, perto da cidade de Jaar.

Um país em conflito que, segundo um analista político, deve pensar mais na mudança e menos na destruição:

“Ninguém podem destruir o outro, eles sabem que ninguém pode destruir o outro. Consequentemente, a mediação será a resposta. Uma mediação que deve ser para a mudança e não a destruição. Deve visar mudar o regime e não o destruí-lo”.

As vítimas deste incidente tinham entrado na fábrica no domingo, com a intenção de recuperar armas e munições.

Na véspera, esta fábrica militar tinha sido assaltada por um comando da Al Qaeda que levou um elevado número de caixas de munições.

Os protestos continuam por todo o país, mobilizando homens, mulheres e crianças.

A imprensa é consumida freneticamente e transformou-se num apelo ao protesto.