Última hora
This content is not available in your region

Presidente sírio aposta em reformas para travar revolta

Presidente sírio aposta em reformas para travar revolta
Tamanho do texto Aa Aa

O regime sírio muda de estratégia face aos protestos da oposição, reprimidos com violência nas últimas semanas.

Dezenas de milhares de apoiantes de Bashar Al Assad manifestaram esta manhã o seu apoio ao presidente em Damasco, num momento em que o regime se prepara para anunciar um pacote de reformas políticas.

O chefe de Estado deverá anunciar nas próximas horas a demissão do atual governo e a nomeação de um novo executivo.

Segundo algumas fontes, Damasco poderá também aceder às exigências da oposição para pôr fim ao estado de emergência.

Nas últimas semanas, a repressão das manifestações da oposição, na capital, em Deraa, no Sul, e Latakia, no Norte, provocou mais de 55 mortos.

O regime mobilizou o exército no Sábado para conter os protestos em Latakia, a cidade-natal de Bashar Al Assad.

As manifestações pacíficas contra o governo, a corrupção e em defesa da liberdade de expressão, foram marcadas em Latakia por confrontos entre muçulmanos alauítas e sunitas.

A oposição afirma que, independentemente das concessões do regime, vai prosseguir os protestos, de forma pacífica, até que Bashar Al Assad abandone o poder.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.