Última hora
This content is not available in your region

Arquiteto português Eduardo Souto Moura vence "Nobel da Arquitetura"

Arquiteto português Eduardo Souto Moura vence "Nobel da Arquitetura"
Tamanho do texto Aa Aa

Eduardo Souto Moura venceu o prémio Pritzker 2011, considerado o Nobel da Arquitectura.

A Casa das Histórias de Paula Rego em Cascais é uma das últimas obras do arquiteto portuense.

É a segunda vez que um português ganha o prémio Pritzker, depois de Álvaro Siza Vieira em 1992.

O júri distinguiu “uma capacidade única de conciliar características opostas, como o poder e a modéstia, a coragem e a subtileza, a ousadia e a simplicidade”.

O Estádio Municipal de Braga é uma das obras mais conhecidas de Souto Moura. É também uma das suas preferidas e um bom exemplo da integração dos edíficios na paisagem.

Nascido em 1952, o arquiteto da chamada escola do Porto concebeu cerca de sessenta edifícios ao longo da carreira.

Na construção do edíficio Burgo no Porto, Souto moura inspirou-se no design funcional do Bauhaus.

A Casa do Cinema de Manoel de Oliveira, no Porto, e a Casa da Serra da Arrábida são alguns dos projetos concebidos por Souto Moura nos anos noventa.

O júri do prémio Pritzker elogia a forma como Souto Moura “usa uma pedra com mais de mil anos ou se inspira num detalhe moderno de Mies van der Rohe”.

O arquitecto de 58 anos vai receber 70 mil euros e uma medalha. A cerimónia de entrega do prémio está prevista para o início de Junho em Washington.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.